CONSULTORIA JURÍDICA ESPECIALIZADA

Temos como foco o atendimento das necessidades jurídicas dos profissionais da medicina e da indústria do setor de saúde.

Fale Conosco

Fatores humanos na prevenção de fraudes

Pessoas são o elemento central da corrupção e virtualmente qualquer forma conceitual de malícia.

Ainda sim, as ferozes complexidades dos fatores humanos são muitas vezes subestimadas em ambientes corporativos.

Estimativas indicam que uma empresa comum perde cerca de 5% de todo o seu faturamento anual por conta de fraudes e desvios internos, conforme a publicação “Report to the Nations” da Association of Certified Fraud Examiners.

Apesar da maioria dos líderes de negócios concordarem que “prevenir é melhor do que remediar”, a norma ainda é reagir a uma crise ao invés de tomar ações proativas e preventivas para evitar que elas aconteçam.

Especialista em psicodinâmicas comportamentais
Dr. Alexander Stein

De acordo com o Dr. Alexander Stein, autoridade em psicologia de fraude, especialista em práticas de psicodinâmicas de inteligência e análise de riscos por fatores humanos, estes são os principais pontos a se observar no ambiente da sua empresa:

Boas soluções começam com o entendimento do problema

Fatores humanos são frequentemente mal diagnosticados, simplificados ou tratados superficialmente, por isso encare cada possibilidade com seriedade e mente aberta;

Pessoas boas às vezes fazem coisas ruins

Entender os fatores que motivam a tomada de decisões e comportamentos maliciosos é fator chave para previni-los;

Problemas éticos nem sempre são simples de resolver

Existe um vão entre teoria e a realidade de cada empresa. Por isso, a participação direta e constante de um profissional competente na área de compliance anticorrupção será fundamental para identificar e corrigir estes fatores de risco.

Tradução livre, via: http://www.ethic-intelligence.com/experts/16835-ignore-human-element-corruption-think-2